terça-feira, 20 de março de 2007

Consultoria sobre cidadania italiana!

Atualizaçao 16/10/2016:
https://www.facebook.com/notes/cesar-zanin/na-italia-pesquisa-e-assessoria-para-descendentes-interessados-no-reconhecimento/10154250119131998
-----
Atualizaçao 16/09/2007:
Devido ao grande volume de solicitaçoes, escrevi uma série de textos sobre genealogia e cidadania italiana para descendentes nascidos no Brasil.
Antes de efetuar uma solicitaçao pessoal para mim, por favor leia os textos (voce poderà encontrar a resposta là. Isso sem contar que, lendo, voce poderà também aprender algo a mais). Se mesmo apòs a leitura a(s) dùvida(s) persistir(em), aì entao escreva um comentàrio no post de interesse.
Eu gostaria muito de poder me dedicar mais, mas infelizmente meu tempo é muito escasso.
A seguir os links diretos:
- Cidadania italiana (para descendentes nascidos no Brasil);
- Genealogia (busca de documentos);
- Processo pela cidadania direto na Italia.

----------------------------------------------------------


Bem, ainda acho que vou escrever aqui sobre minha experiencia nessa àrea, sò tenho que tomar cuidado para nao plagiar o 360 Graus (o livro)...
Como aperitivo posso adiantar que fiz toda a pesquisa e toda a parte burocràtica para a minha cidadania italiana, seja no Brasil seja diretamente na Italia (aliàs, eu vivo na Italia, desde 2004). E jà cheguei mesmo a trabalhar remuneradamente com pesquisas genealògicas e assessoria. Sò parei de trabalhar com isso porque nao tenho tido tempo mesmo.

Meu intuito aqui é, além de ajudar quem precisa (e nao pode contar com os serviços - (salgadamente) pagos - de advogados e assessores vàrios), divulgar o blog, que foi criado para divulgar o livro 360 Graus.


s/t: Perturbazione, Cesare Basile, Artemoltobuffa, Verdena
.

154 comentários:

O Panfletário disse...

Já está adicionado, camarada
abraços

Glauco

http://theroombook.wordpress.com

Isabel Zanin disse...

Eu acho que voce està ficando louco! Vai chover perguntas para voce... hahahaha.
Ainda bem que jà utilizei deste serviço, pois acho que a lista de espera serà grande, hehe!

Juliana disse...

Cesare.....
Eu tenho todas as dúvidas do mundo, principalmente prq minha família pagou uma "pessoa" para localizar a certidão de nascimento de meu bisavô e até agora, nada. E olha que isso foi a 1 ano atrás!!!
Eu não entrei no rolo, pois a mulher cobrou cerca de 2500 p/ cada, apenas para localizar a documentação e, claro, não tenho isso.

E eu tenho tbem uma aluna que pagou para um advogado "bambambam" ai na Itália para ele localizar osmesmos documentos e até agora, nada;
Aliás, em setembro to indo praí, e se eu tiver com a cidadania na mão, metade dos meus problemas acabarão
;)
Vc pode me ajudar?
rs
Abs

solange disse...

legal, parabéns pela iniciativa...tenho algumas dúvidas sim e conto com sua ajuda!!!!obrigada!!!!

Vincenzo disse...

Permesso e Visto de Negócios
Caro, o visto de negócios ajudaria em algo para registrar a residência e proceder a prática?

Fabrício disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lys disse...

Fala meu caro!

Ja vou te adicionar em minha lista de blogs... voltarei sempre que puder. O tempo anda curto por aqui... muito trabalho.

Lamento pelo carro e pela viagem ;).

beijos,

Lys

Fabrício disse...

Ciao Bruno! Gostaria da tua ajuda! Minha situação é a seguinte: tenho a maioria dos documentos que provam a minha decendência, porém me falta apenas um documento de um antepassado italiano para fechar a cadeia de certidões. Gostaria de saber se mesmo assim é possível efetivar a dupla cidadania, ou se podes me ajudar a encontrar tal documento. Aguardo contato! Grande abraço e boa sorte na empreitada!

robertolavorato disse...

Bom,minha tia conseguiu a dupla cidadania.
Porém minha mãe nasceu antes de 1948.
Isto realmente me impossibilita de conseguir?
Me disseram que existem comunes que não relevam essa data?
Vocês sabem quis seriam??

Bruno Barin disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Liandra disse...

Olá !!! Como você disse que qualquer pergunta é válida, vamos lá... consegui minha cidadania italiana, e agora?? O que é necessário fazer??? Como tirar o passaporte italiano??? Estou me sentindo como um cachorrinho que corre atrás do carro... e quando alcança, não sabe o que fazer... aguardo retorno com as orientações e, se possível, também gostaria de saber quais os direitos e os deveres do cidadão italiano.

Grata,
Liandra

bia_axe disse...

ola gostaria de dicas , como pesquisar, para saber se tenho direito msmo

John disse...

oba...qual cidade vc esta???
abs

Filipe disse...

Parabéns pela iniciativa!!!
Estou indo para a Itália no final de maio, buscar a certidão de nascimento do meu bisavô italiano, já mandei várias cartas solicitando esta certidão, mas ninguém me responde, sei que ele nasceu na província de Verona, no comune de Bovolone, e que nasceu entre 10/1873 e 10/1874. Achas que vai ser complicado conseguir esta certidão, sem ter a data exata? e sem falar muito bem o italiano? Teria mais alguma opção para solicitar a confirmação deste
documento estar lá no comune ? por telefone já tentei mas não consegui me comunicar!

Filipe Rinaldi

Bruno Barin disse...

Lisandra, primeiramente, parabens pelo reconhecimento da cidadania!
Agora voce precisa comunicar qualquer mudança na sua vida (como casamento, mudança de residencia etc) ao comune (se mora na Italia) ou ao consulado (se mora fora da Italia).
Para tirar o passaporte basta voce procurar o comune ou a questura, caso voce more na Italia, ou entao o consulado, caso voce more fora da Italia. Voce vai precisar preencher o formulario, pagar as taxas e entregar algumas fotos 3x4 (isso depende de onde voce vai requerer).
Sobre os direitos e deveres do italiano, fica realmente dificil colocar tudo aqui, hehe. Seja mais especìfica, por favor, ok?!
;)
-
bia_axe, para saber se voce tem direito voce pode ler o roteiro do consulado aqui nesse link: http://www.italconsul.org.br/bilingue/pag/cittadinanza_roteiro_po.htm . Ou entao um post daqui deste blog mesmo: http://360g.blogspot.com/2007/03/processo-para-o-reconhecimento-da.html e http://360g.blogspot.com/2007/03/processo-para-o-reconhecimento-da_23.html .
Mas de qualquer forma eu vou postar neste blog um pequeno texto para ilustrar essa questao assim que possivel, ok?!
-
john, oba por que??
Eu moro em Treviso. Aliàs, eu moro no 360 Graus, hehe.
;)
-
Felipe, obrigado.
Olha, voce é mesmo corajoso, de vir à Italia com objetivo principal de ir a um comune pegar um documento sobre o qual voce nao tem certeza total.
Enfim, tudo depende da sua disponibilidade (tempo, dinheiro, saude etc).
Na minha opiniao o melhor seria voce arrumar alguém para tentar localizar esse documento por voce. Ao menos voce poderia economizar dinheiro, assim. E tem mais, nesse caso falar italiano se torna importante.
Mas claro que existe o lado bom de vir: além de voce fazer turismo na Italia, voce poderà ter a satisfaçao de ter conseguido por si proprio.

Anônimo disse...

Bruno! estou com o processo pronto aqui no Brasil, pronto para ir pra italia, o que esta me amarando agora é acessoria, que eu preciso. voce pode me acessorar ai na Italia.Abraços! Fabio furbio2@hotmail.com

Bruno Barin disse...

Fabio, eu me comprometi a prestar consultoria, que é algo diferente de assessoria... Isto é, eu posso perfeitamente te passar dicas e informaçoes, mas nao tenho tempo nem condiçoes de te acompanhar pessoalmente e tal (afinal quem é que consegue viver sem dinheiro?!? hehe). Além do que eu nem poderia mesmo, seria fisicamente impossivel, hehe.
O 'autor' disse que, apesar dele ja ter trabalhado como assessor antes, agora ele està tentando nao pegar novos casos de assessoria... Nao que o dinheiro de assessor nao seja bom, é que o trabalho e todas as outras coisas estao tomando muito tempo e tal...

Ju Bersani disse...

Cesare... Em primeiro lugar, obirgada pela disponibilidade em responder dúvidas! Da maneira em que anda a situação do Consulado Italiano, só uma boa alma pra ajudar! A minha dúvida é simples: tenho TODO o processo pronto, inclusive algumas primas minhas (netas do meu bisavô) já tiraram suas cidadanias italianas. Eu marquei bobeira e demorei pra pedir a minha, e acabei entrando nessa looonga lista de espera do Consulado. Existe alguma maneira de agilizar o processo? Tendo todos os documentos já prontos, não deveria sair a cidadania mais rápido? PS: fiz o processo por meu avô, mas todos os meus avós possuem processos prontos no consulado. O que fazer?

André disse...

Parabéns pela iniciativa.

Meu problema é com erro na escrita do sobrenome.

Parece que não tem mais problema agora. Mas será que eu não preciso alterar o sobenome através de um advogado?

Anônimo disse...

Olá, parabéns pela iniciativa! Você tem alguma informação sobre como está a situação aí na Itália para quem precisa de um Permesso de Soggiorno para reconhecimento da cidadania? É que aqui no Brasil muitos consulados só estão aceitando legalizar certidões de quem obtém permissão para ficar na Itália por mais de 90 dias...

Obrigada!!!!!

Anônimo disse...

Oi. Tenho todos os documentos, traduzidos, tudo certo. A mulher do patronato disse que e´stá OK, mandou eu dar entrada no Consulado e esperar 10 ANOS!!! é verdade? já faz 3 anos, não tem como agilizar isso não?

Sheila Pithan disse...

seguinte: minha mãe nasceu depois de 1948, não tem dupla cidadania, mas temos todos os documentos ligados ao avô dela, então falta o dos meu avôs que estão mortos e o dela.
os primos de minha mãe já estão em verona e já tem dupla cidadania.
quero ir a itália e conseguir por lá minha documentação e de quem mais quiser de minha família, vc sabe com quem posso falar? como que isso funcionaria? vc sabe de alguma pessoa que já fez isso?

Barin disse...

Ju, estamos aì! A sua dùvida é a dùvida de muitos e por isso dediquei um post a ela (aqui).
;)

Barin disse...

André, eu pessoalmente te aconselho a efetuar o(s) processo(s) de retificaçao. Nao existe uniformidade, cada consulado e cada comune interpreta as leis e normas de modo peculiar e às vezes isso pode causar muitos problemas.
Caso voce queira msmo evitar a retificaçao, ao menos verifique junto ao consulado ou ao comune, antes, se isso nao vai prejudicar...

Barin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barin disse...

Para todos que tiverem dùvidas a respeito de prazos, permesso etc:
http://360g.blogspot.com/search/label/cidadania%20italiana

Barin disse...

Sheila, adicionei o teu blog nos links, valeu!!
Entao, sò tenho uma dùvida: voce escreveu que tem todos os documentos do avo da sua mae (que nasceu depois de 1948 e nao possui a cidadania italiana), ok. Mas o avo da sua mae é pai do pai dela ou ele é o pai da mae dela? Isso é importante...
Leia com calma:
http://360g.blogspot.com/search/label/processo%20diretamente%20na%20italia
http://360g.blogspot.com/2007/04/espera-nos-consulados-x-diretamente-na.html
Continuo à disposiçao!
;)

Sheila Pithan disse...

ah... é o pai do pai dela... ;) panato, minha avó é poleto e ela nao poderia passar a cidadania para minha mãe pois ela nasceu antes de 1948... right?
entendi a dúvida (eu acho...)... outra coisa, eu não tenho panato no meu sobrenome, e por conseguinte nem minha filha, isso tem problema? anyway... vou ler esse link q vc me falou... meu deus... tô estudando tanto sobre isso que tbém farei consultoria... minha promessa a nossa senhora... ajudar... como vc faz...
outra coisa... eu posso fazer o processo de cidadania para meus parentes pela itália?
caso sim seria bem bom kkkk mais grana para ir ficar etc0...

legal que vc linkou meu blarrrgh... sabia que eu nunca pensei em ter um espaço virtual... mas eu amo mesmo meu canto agora... será sempre bem vindo...
tá me fale de seu livro tbém se tiver um tempo...
ah eu sei que meu blog anda meio down... mas já passa... é que eu ando meio a flor da pele... kkkk ;) imagina brasileira com italiano... haja drama...kkkk

Barin disse...

Sheila, a minha dùvida era essa mesma. E assim sendo voce nao terà problemas.
Quanto a voce nao carregar o sobrenome, nao tem problema. O importante é a descendencia, basta a comprovaçao com os documentos dos antepassados.
Nao, voce nao poderà fazer o processo em nome de outras pessoas, mesmo que sejam seus parentes. Aliàs, se sua filha viver com voce na Italia (e tiver menos de 18) o processo dela pode ser feito junto com o seu.
Ei, voce tem um gosto musical que me agrada mesmo, yeah!
E de onde é o italiano em questao?
Seu blog é legal! Keep it up!!!
:)

Sheila Pithan disse...

não há italiano uomini... me referi ao meu sangue italiano e brasileiro... (tenho tendência ao drama...kkkk) então... entrei no site do "arcade fire" fazia um tempão que não escutava... é lindo não?
bem as músicas... bem as letras... mmmmm gosto... estão qse me conquistando... vê se posta em meu blog... por enquanto não pedirei sobre cidadania... por hora... tenho que me organizar aqui antes de ir a verona (talvez verona, meu amigo português disse que é uma cidade muito romântica... de romeu e julieta... kkkkkk) eu tô com medo... penso em levar minha filha mais para o final do ano que vem... pois ela estará em metade do ano letivo... não é justo bagunçar a vida dela tanto...
e música... amo... é a expressão de minha alma... ;) então vc sempre saberá como está meu humor comum... kkkkkkk

Anônimo disse...

Olá Bruno, tudo bem??? Estou com meus documentos em fase de retificaçãr e alguns já foram traduzidos. Pretendo ir à Itália, mas gostaria de ouvir sua opinião: seria melhor esperar um pouco mais, até passar essa fase de transição... pois não sei se preciso legalizar antes os documentos ou não... tenho dúvidas sobre o permesso... por favor, pode me ajudar!
Obrigada
Abraços
Débora

Carlos disse...

Tdo bem?

Estou com todo a minha documentação e gostaria se fosse possível que você me indicasse lugares para morar (com custo baixo) na Itália. Inicialmente pensei em fazer minha cidadania em Milano, mas o custo de vida lá é alto. O que você me sugere? Conhece alguém que eu possa contatar? Obrigado

carloszaffonatto@aol.com

Bruno Barin disse...

Débora, por favor leia aqui as informaçoes e etapas referentes ao reconhecimento da cidadania diretamente na Italia.

Carlos, sugiro que voce estude italiano (isto é, caso voce ainda nao o tenha feito), assim basta fazer buscas em sites com anuncios (uma simples pesquisa no google poderia resolver o seu problema).
De modo geral, quanto maior for a cidade, maior o custo de vida...

360 disse...

Pessoal meu nome Laercio Borin, tenho a certidão de óbito do meu bisa e casamento consta que ele nasceu na Itália, Veneza porem não consta o cumini, eu to a fim de largar tudo aqui e ir atrás da minha cidadania direto na Itália, será que estou certo? É claro que não estou esperando a luz no fim do túnel quanto chegar porem vou preparado para ser recebido com tiroteio, só que não tenho grana para pagar uma agencia para me ajudar, já que estou disposto a viver fora do Brasil quero correr atrás do meu direito. se alguém tiver algo que possa me ajudar meu bisavó se chamava João Francisco Borin agora não tenho certeza se é seu nome Italiano, ex GIOVANNI ele nasceu em 1893 filho de Jose Borim (ex: GIUSEPPE) e Antonia Borin

Abraços

360 disse...

Pessoal meu nome Laercio Borin, tenho a certidão de óbito do meu bisa e casamento consta que ele nasceu na Itália, Veneza porem não consta o cumini, eu to a fim de largar tudo aqui e ir atrás da minha cidadania direto na Itália, será que estou certo? É claro que não estou esperando a luz no fim do túnel quanto chegar porem vou preparado para ser recebido com tiroteio, só que não tenho grana para pagar uma agencia para me ajudar, já que estou disposto a viver fora do Brasil quero correr atrás do meu direito. se alguém tiver algo que possa me ajudar meu bisavó se chamava João Francisco Borin agora não tenho certeza se é seu nome Italiano, ex GIOVANNI ele nasceu em 1893 filho de Jose Borim (ex: GIUSEPPE) e Antonia Borin

Abraços

Mariana disse...

Oi eu gostaria de uma ajuda sua ... estou com a minha documentação toda pronta e só falta traduzir ... mas preciso de ajuda p/ eu e meu futuro marido p/ irmos a itália fazer a cidadania até que geração poderá ser feita? ... o q vc pode me ajudar??? meu msn é marianabauruiz@hotmail.com ....aguardo respostas

Mariana disse...

Oi, eu estou com todos os papéis aki no brasil pronto e tenho algumas dúvidas ... a minha maior precocupação é a residencia e p/ onde relamente posso fazer ... ou seja, preciso de uma acessoria ... o q vc pode me ajudar ... meu msn é marianabauruiz@hotmail.com ... aguardo resposta.

Mirela disse...

Olá!Vou fazer um curso de 5 meses na Italia, mas enviarei os documentos pro consulado de SP legalizar na semana que vem,e gostaria de saber se, após a legalização(que leva c erca de 6 meses, e minha mãe vai me enviar os documentos), se eu posso tentar a cidadania lá com o permesso di residenza(posso morar um tempo com meus parentes que moram lá).
Grata,
Mirela
e-mail:mirelamellone@yahoo.com.br

bRuNo disse...

Parabéns pelo seu trabalho! Estou indo para a Itália em agosto tirar minha cidadania...gostarái de saber se posso contar com sua ajuda???
abraço!!

Prof. Renan Boldori

j.p disse...

Bom meu bisavo é italiano
Tenho a certidão de nascimento dele...SO com isso posso tirar minha cidadania?
por favor quero muito ir pra la....
e depois vo pra onde?
embaixada?

Anônimo disse...

Olá!!!Tenho os documentos do meu avô que é cidadao italiano, dei entrada pelo consulado no Brasil há 03 anos e nao fui chamada para entrevista, gostaria de saber um metodo mais rápido para conseguir a cidadania ou como consigo pela Italia? Obrigada desde ja pela Atenção....Juliana Coccia

Bruno Barin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Barin disse...

Laercio, largar tudo e vir para a Italia para fazer a cidadania sem ter em maos todos os documentos traduzidos e legalizados pelo consulado é algo desaconselhàvel. Ainda mais se a pessoa nao souber falar italiano. E saiba que quem se aventura desse jeito precisa de coragem e dinheiro para os primeiros tempos, que em 99,99% dos casos, sao muito difìceis.
Basicamente a preparaçao se divide em tres frentes:
1. Guardar/arrumar dinheiro;
2. Pesquisar os documentos para retificar/traduzir/legalizar (quando forem encontrados, claro);
3. Estudar a lingua italiana.
E depois resta sempre esperar que a lei italiana melhore...

Mariana, o comentario acima vale para o seu caso também.
Eu nao faço assessoria, faço somente consultoria. Aliàs, jà fiz assessoria também, mas desde que meu trabalho começou a tomar a maior parte do meu tempo, ficou impossìvel...

ATENCAO: Maiores informaçoes sobre o processo pelo reconhecimento da cidadania direto na Italia aqui.

Mirela, em teoria sim, pode ser possivel o que voce escreveu. Isto é, se eu consegui entender bem.
Se voce sair do Brasil jà com um visto de estudo e qando chegar na Italia retirar o permesso di soggiorno per studio, voce poderà se inscrever no anagrafe e assim que sua mae te enviar os documentos voce poderà dar entrada no processo pela cidadania, no mesmo comune de residencia.

Prof. Renan Boldori, por favor seja mais claro.
Este blog contém muitas informaçoes...

j.p, sò com a certidao de nascimento do seu bisavo voce NAO vai conseguir a cidadania nao. Voce vai precisar de uma série de documentos... A estrada é longa.

Juliana, nao existe mais a possibilidade do reconhecimento da cidadania italiana ser realizado em pouco tempo, nem mesmo na Italia. Ao menos nao por enquanto.

ATENCAO: muitas perguntas feitas por aqui poderiam ser facilmente respondidas apenas lendo as informaçoes jà contidas neste blog...
http://www.italconsul.org.br/bilingue/pag/cittadinanza_roteiro_po.htm
http://360g.blogspot.com/search/label/cidadania%20italiana

sahrinha disse...

olá
tenho algumas dúvidas que nem sei se serão respondidas. Enfim, resolvi tirar a cidadania italiana, gostaria de saber o processo, pois minha familia inteira ja tem, ja temos a pasta no consulado. Devido a esse fato a espera é menor? por favor estou precisando de uma ajuda, pois eh impossivel ligr no consulado aqui de sao paulo
obrigada
se possivel reponder ni email
saraheluf@yahoo.com.br

juliana disse...

o primo do meu pai ja tirou a cidadania dele ja foi p/ italia e tal...
so fica faltando os documentos da minha avó e dos meus pais?

Anônimo disse...

pode indicar alguém que preste assessoria a um preço justo!
possuo toda a documentação, inclusive meu tio, irmão de meu pai já possui a coidadania!

att

sam

Anônimo disse...

bom eu e minha amiga queremos viver na italia ambos descendentes de italianos ....quero saber se o processo e longo se custa muito e apartir de que idade pode ir para a italia ????

Bruno Barin disse...

Sahrinha, em teoria (a partir do que voce me escreveu) o consulado teria tudo para realizar o seu processo rapidamente, mas na pratica (minha experiencia me diz que) voce terà duas opçoes: 1. Esperar (muito); 2. Ser "influente" no consulado (isto é, oferecer propina, ter indicaçoes de pessoas "importantes" etc).
Caso voce queira levar em consideraçao a possibilidade de realizar o processo pela cidadania diretamente na italia, aqui vai o link: http://360g.blogspot.com/search/label/processo%20diretamente%20na%20italia.

Juliana, quando alguém da familia da pessoa interessada ja obteve o reconhecimento da cidadania italiana, o interessado nao precisa apresentar os documentos do(s) antepassado(s) em comum, basta apresentar os documentos da sua propria linha familiar (que difere da do parente que ja conseguiu). Entao o orgao publico (consulado, comune) faz a chamada acquisizione d'ufficio (isto é, requer os documentos (ou copias) diretamente do orgao publico que fez o processo do parente).

Anonimo 1, eu mesmo ja fiz assessoria, sò parei porque me falta tempo. Até saberia como encontrar alguns links de assessores por aì, mas sinceramente nao vou indicar, nao. Primeiro porque eu acho que qualquer um pode fazer sozinho, sem problemas (aliàs é por isso também que criei esse blog) e também porque nao conheço pessoalmente nenhum assessor confiàvel.

Anonimo 2, basta ler o que eu jà escrevi...

Renata disse...

Oi, tudo bom? eu gostaria de saber se existe alguma maneira de saber se algum membro da minha familia ja possui a cidadania italiana. Voce tem alguma dica?
Obrigada

Silvia disse...

Boa tarde!!!
Parabéns pelo trabalho! Muito bom!

Dúvidas: preciso tirar a cidadania italiana,meu avô paterno era italiano e meus irmãos já tiraram a cidadania deles. Os documentos estão no Consulado em SP e já tenho o número da pasta do processo. Com essa fase "completa" ainda assim preciso "agendar" junto ao Consulado? A espera é menor?
vale a pena dar continuidade ao procedimento se o fizer direto na Itália?

Obrigada pela ajuda!
Abs,

Silvia.

silvialeonardo@hotmail.com

Renata disse...

Ola Bruno! Gostaria da tua ajuda! Minha situação é a seguinte: tenho a maioria dos documentos que provam a minha decendência, porém me falta apenas um documento de um antepassado italiano para fechar a cadeia de certidões. Gostaria de saber se podes me ajudar a encontrar tal documento. Aguardo contato! Grande abraço e boa sorte na empreitada!

Gabriela disse...

Não sei se você ainda está respondendo as dúvidas, mas de qualquer forma estou colocando uma dúvida meio que urgente.

Minha irmã já está morando na Itália há um ano, e tirou a cidadania lá. Ela levou todas as papeladas traduzidas e legalizadas e graças a deus deu tudo certo.

A minha dúvida, é eu vou agora em agosto para lá, tirar a minha. Considerando que minha irmã já está lá, e já é italiana, eu preciso apenas levar meu documento (certidão de nascimento)legalizado e traduzido??? Ou precisa de mais coisa???

Desde já agradeço sua atenção.

Anônimo disse...

Olá Bruno, gostaria de saber se os documentos tem validade, pois já tenho tudo pronto faz um ano será que ainda posso usa-los pra dar entrada na Italia diretamente ? ou preciso renovar tudo ?
Obrigada
Erika

Valéria Juliani disse...

Boa tarde,

Quero saber sobre a família Juliani na Itália. Acredito que meu bisavô e minha bisavó são italianos.
Estou recolhendo documentação para verificar se tenho direito a cicadânia italiana.


Valéria

Marcos Rodrigo disse...

Olá
Estou querendo ir para a Itália mais ou menos em março de 2008, já tenho as documentaçoes para dar entrada no processo de cidadania, mas gostaria de saber se você me aconselharia a dar entrada na Itália quando eu for ou aqui no Brasil mesmo. O que você me indicaria fazer nesse caso. Já que depois pretendo viver na Itália mesmo. Aguardo retorno e admiro muito seu trabalho.
Desde já agradeço.
Atenciosamente Marcos Rodrigo.
rodrigomugli@yahoo.com.br
rodrigomasson@hotmail.com

Bruno Barin disse...

Renata, eu nao estou lembrando de nenhum tipo de listagem aberta ao publico de nomes de pessoas com a cidadania italiana reconhecida...
Voce poderia solicitar ao consulado, mas eu sinceramente acho que o consulado vai apenas rir ou bocejar (infelizmente)...

Silvia, mesmo assim precisa agendar sim. Mas a partir do momento que voce for chamada, aì fica tudo mais rapido (ou menos lento, hehe) por causa dos teus irmaos...
Se voce souber italiano (ou estiver disposta a aprender) e tiver tempo e grana (e nao estiver disposta a esperar o consulado) eu diria que vale a pena sim.

Renata, vou preparar um post especial sobre busca de documentos, ok?!
Sò nao sei quando... (o meu tempo està fugindo de mim numa velocidade incrìvel!!!)

Gabriela, estou respondendo sim. Aliàs, estou tentando arrumar tempo para...
Sim, voce nao precisa recompor toda a documentaçao. Voce precisa somente levar a tua documentaçao pessoal traduzida e legalizada.

Erika, a validade dos documentos é uma questao delicada. Varia muito dependendo do local. Acaba sendo melhor apresentar documentos recentes, se possìvel.

Valéria, e eu quero saber sobre a familia Zanin, e Giacon, e Panzani, etc etc.
Hehe, brincadeiras a parte, eu nao disponho de um banco de dados assim tao magnifico a ponto de poder te satisfazer assim, sem pesquisas e buscas que durariam meses e meses...
Tente se informar aqui mesmo neste blog ou faça uma busca no google, e leia bastante.
Sò para te adiantar, a partir do sobrenome Juliani, a probabilidade de seus antepassados serem italianos é muito muito grande mesmo!
De qualquer forma, eu vou fazer um post dedicado exclusivamente à pesquisa genealògica, onde vou tentar explicar como descobrir a origem do sobrenome e o local de origem da familia.

Marcos Rodrigo, no seu caso (conforme o que voce escreveu), eu aconselharia a fazer o processo direto na Italia mesmo.

Marcos Rodrigo disse...

Ok, então no meu caso você aconselharia dar entrada no processo na Itália mesmo!!? Eu tendo a documentação toda não terá problema algum certo? Tenho que seguir mais ou menos as dicas que estão no blogger? Seria praticamente isso?
Obrigado novamente.
Abraço.
Atenciosamente
Marcos Rodrigo

Camila Ramondini disse...

Caro Bruno
Contratei um escritório de advocacia para buscar a certidão de nascimento do meu tataravô na comuni de Napoli. Depois de tê-la em mãos ainda tenho que pedir a certidão negativa de naturalização. Nesse meio tempo vamos traduzir as certidões brasileiras (já tenho todas). Como embarco para Itália em outubro, gostaria de saber se é viável dar entrada no processo na Itália sem o processo de legalização dos documentos estar finalizado. Existe alguma possibilidade de ir com todos documentos traduzidos e pedir a legalização direto da Itália (o que eu teria que fazer caso morasse no exterior, por exemplo). Li em um artigo que posso entregar o conjunto de certidões da comuni e eles encaminham para o consulado da Itália para que eles sejam legalizados. É verdade?
Obrigada pela atenção...

Andre disse...

Bom tenhu uma duvida q naum consigo esclarecer em lugar nenhum.
Queria saber se vou poder passa ao meu filho a cidadania..vamu lah vou explicar a descendencia..
Bisavô, Avô, Mãe, Eu.
Posso passa para meu filho?
Obrigado...

andre_rocio@hotmail.com

Anônimo disse...

Olá, tenho sim uma pergunta! Por favor me ajude. Legalizei meus documentos há mais de um ano e o consulado disse que não tinha validade isso. Demorei para ir para a Itália por alguns probleminhas, mas agora, que já planejei tudo, me disseram de novo que os documentos legalizados valem 6 meses... ou seja, vou ter que legalizar tudo de novo? Ou re-validar de alguma forma???

socorro!
tomara que vc responda.
bjs Juliana

julpes@gmail.com

Anônimo disse...

Olá Bruno!
há aprox. 3 dias mandei uma mensagem pra vc, com comentários que meu filho tem o mesmo nome e sobrenome seu. Acredito até que somos parentes, porém moramos em Campinas. Só que ainda nao visualizei tudo que eu escrevi para vc..
Caso nao tenha recebido me de um retorno por favor.
Grato José Roberto Barin e Bruno Barin

Barin disse...

Marcos Rodrigo, isso mesmo.
;)

Camila Ramondini, nao é aconselhavel vir sem a legalizaçao.
Bastava ler aqui...

André, a resposta é sim.

Juliana, o problema do prazo dos documentos é algo delicado, depende muito do local...

Anônimo disse...

Gostaria de saber se consigo ir para a Itália (conseguir o visto de forma mais fácil por ser descendente de Italiano)apesar de ser geração mais distante meu avô paterno era neto de Italiano..
a sequencia dos nomes (arvore genealogica é a seguinte:
Pâmela Rodrigues Vicentim (eu)
Jorge Luiz Vicentin
Albino Pedro Vicentin
Emilio Vicentin (filho de italiano, este ja naum consegui ainda saber o nome, isto facilita em alguma coisa ? quais são os procedimentos pra eu conseguir o visto para ficar na Italia ?
Obrigada desde ja..
Pâmela

Anônimo disse...

Gostaria de saber onde meus tataravos nasceram ou casaram como posso conseguir essas informações?? as informações q eu tenho são as seguintes .....

Ele Emílio Vicentim (meu bisavô) colono (Souzas) natural de Foliane - Áustria - filho de Luiz Vicentin e Joana Trevisan

Grata
Pâmela
Ela Ida Scarton (bisavó) colona e natural (Souzas) filha de Palmiro Scarton e Maria Baldi (como são colonos provavelmente tmb vieram da Itália ou Áustria). aiaiai.... quero saber maissss....

Anônimo disse...

Anonimo ha detto...
Olá Bruno!
Estou realmente admirado de ter encontrado alguém que tenha o mesmo nome do meu filho. O meu filho se Chama Bruno Barin, porém ele nasceu em Campinas no ano de 1981, portanto 6 anos mais jovem que vc. É casado também e tem um filho e esta de malas prontas para trabalhar na Bélgica. Minha familia é toda do interior de SP (Pinhal) e eu moro em Campinas ha muitos anos. No momento estamos providenciando a papelada de retificação de grafias nos sobrenomes,etc para quando o Consulado em SP nos chamar(se é que um dia vao nos chamar para apresentar a papelada) Ja demos entrada no requerimento há mais de 2 anos, e temos a intenção assim que tiver toda pronta a papelada, eu enviar pro meu filho (seu xará) na Belgica para ele dar entrada no consulado italiano de lá.
No mais gostaria e ficaria muito agradecido se me respondesse particularmente pois acredito que somos parentes e temos muito a falar, principalmente vc sendo homônimo do meu filho.
Gostaria de saber quem sao seus pais, tios, avós.
Anote o meu e mail e o dele também por gentileza:

jrbarim@uol.com.br e o dele é bbarin@uol.com.br

Muito agradecido e fico no aguardo de seu contato.
Jose Roberto

Anônimo disse...

Olá... vc ainda responde questoes sobre cidadania italiana? Gostaria de uma ajuda. Sheila.

Sheila disse...

Olá, caso vc esteja respondendo... estou procurando informações sobre o sobrenome De Vete ou De Vette. Segundo meu pai, meu bisavó veio da Itália, mas nao tenho certeza. Gostaria de saber como posso descobrir isso e caso seja positivo, se tenho direito a ter a cidadania italiana. Obrigada. Sheila (scvete@terra.com.br)

Susi disse...

Olá Bruno...

Gostaria de sanar algumas dúvidas quanto à cidadania diretamente na Itália...
Tenho uma prima, que já tirou sua cidadania, na comune de Verona... então, só terei que levar aqui do Brasil os documentos meu e da minha mãe, certo? A dúvida é... devo levar estes documentos apenas traduzidos e juramentados? uma vez que o consulado de Curitiba não legaliza as documentações enquanto a pessoa ainda está no Brasil?

Fiquei sabendo que em Verona o processo é mais lento, e que em cidades menores é mais ágil, portanto, posso entrar com o processo em outra comune? Recebi uma informação de que a Comune onde eu decidir realizar o processo, pedirá para a Comuni onde estao os docs para mandá-los, esta informação procede? Há risco de perda dos documentos? São realmente os documentos que serão enviados ou apenas algum documento atestando que eles se encontram lá?

Aguardo informações ansiosamente... hehehehe

Obrigada.

luiopata disse...

Tenho toda documentação da familia para dar entrada na Itália , eu consigo a cidadania sem ter visto de 3 meses no passaporte???Vou entrar como turista e assim que entrar vou pedir permisso....

Obrigado e quando conseguir a minha cidadania vou seguir seu exemplo, ajudando .

Patricia disse...

Ola,antes de tudo muito obrigada por ajudar a tantas pessoas,infelizmente nao existe um manual explicando tudo que queremos,eu vivo na Italia ,me casei ja faz 2 anos 6 meses,dei entrada na cidadania ha um mes e me ficou umas duvidas na qual nao encontro em nenhum lugar e agora estou em Barcelona e vai demorar a ir a Italia,mas preciso saber quanto tempo REALMENTE demora a cidadania,???1 ano,,2 anos????E depois que fica pronta posso voltar a viver no Brasil????Pq me disseram que SOU OBRIGADA a vir a cada 6 meses na Europa ,caso contrario PERCO a cidadania,è verdade????Muito obrigada.Patricia

Barin disse...

Pamela, o visto de ingresso nao é necessario para brasileiros (nao importa se descendentes de italianos ou nao).
Se o motivo do seu interesse em vir para a Italia é o reconhecimento da cidadania, saiba que voce ainda vai ter que pesquisar muito, e saiba que voce vai ter muito pela frente, em termos de procedimentos burocraticos, traduçoes, legalizaçoes etc.
Para descobrir sobre a sua genealogia voce deverà pesquisar ou pagar para alguém pesquisar por voce...
Leia: "genealogia".

Jose Roberto, fiquei muito contente com sua mensagem e princiaplmente com a coincidencia sobre os nomes. Mas devo esclarecer: Quem escreve aqui nesse blog nao é uma pessoa fisica. Humn, vejamos, quem escreve esse blog é um personagem de um livro. O livro em questao chama 360 Graus, e o personagem do livro chama Bruno Barin. O nome do autor do livro nao é Barin, o nome dele é Cesar Zanin.
Se serve de consolo, os antepassados de Cesar Zanin eram chamados informalmente de "Barin" na regiao onde se originou... Existiam muitas familias Zanin e, para diferenciar cada ramo, algumas tinham alguns nomes/apelidos, e Barin era justamente como eram chamados os antepassados do ramo familiar de Cesar Zanin.
Grande abraço e mantenha contato!

Sheila, leia com atençao: "genealogia".

Susi, vamos là:
1. Caso sua prima seja de primeiro grau, sim, voce deverà providenciar os documentos de seus pais e os seus.
2. O correto é levar tudo traduzido e legalizado. Se oconsulado se negar quer dizer que a lei nao é respeitada (pois o consulado é obrigado por lei a fazer).
3. Sim, voce pode requerer em qualquer comune. Sim, na grande maioria dos casos o proprio comune que acolheu o requerimento é que faz o pedido dos documentos ao outro comune (convém se informar com o(s) comune(s) antes).
4. Risco sempre hà, em qualquer iniciativa, mas nesse caso o risco é pequeno.
5. Depende dos comunes envolvidos, na maioria dos casos é um unico documento atestando a existencia dos documentos e preceitos, ou entao copia de todos os documentos.

luiopata, o visto de ingresso nao é necessario para brasileiros (nao importa se descendentes de italianos ou nao).
Leia: "diretamente na Italia".

Patricia, se a cidadania for por casamento, costuma demorar de 1 a 3 anos!
A lei diz que se voce casou depois de 1983 (como é o seu caso), para obter a cidadania italiana voce acaba perdendo a brasileira.
Voce poderà viver no Brasil sempre que desejar, seja como brasileira que como estrangeira...
Voce nao é obrigada a ir ou vir a/de lugar algum a cada 6 meses para manter qualquer cidadania.

Anônimo disse...

Desejo certidão de nascimento de meu avô na Italia. Como consigo?

meu email é

gritti.vendas@yahoo.com.br


Desde já agradeço a atenção

Abraços

Gritti

Anônimo disse...

gostaria de saber como obter a certidão de nascimento de meu bisavó, sei que ele nasceu em ierne e só tenho a certidão de óbito de 1948. Ele casou aqui. Veio para cá criança. Como posso encontrar a certidão de nascimento e casamento? ele casou aqui no Brasil com uma italiana.
Obrigado,
Giorgio.

Anônimo disse...

OLA!!!
VIAJO NO INICIO DE OUTUBRO P/ ITALIA,ESTOU COM MEUS DOCUMENTOS PRONTOS,LEGALIZADOS SO ME FALTANDO A RESIDENCIA;
TIVE ALGUNS CONTATOS MAS TODOS NAO FORNECEM SOMENTE A RESIDENCIA ,ALUGAM QUARTOS,MAS VOCE TEM QUE USAR O SERVICO DE ASSESSORIA DELES E FICA MUITO CARO;
BOM GOSTARIA DE SABER SE TU TEM CONTATOS QUE FORNECAM A RESIDENCIA SOMENTE???
E MAIS UMA DUVIDA:-
EM RELACAO A VALIDADE DE DOCUMENTOS;
COMECEI A PROCURAR EM 2004,MAS TODOS FORAM LEGALIZADOS A 1 MES ATRAS;
OS CONSULADOS INFORMAM QUE A VALIDADE P/ OS DOCUMENTOS SERIA 10 ANOS,CLARO SEM LEGALIZA-LOS,APARTIR DAS LEGALIZACOES AI EU NAO SEI;
BOM ME RESPONDA POR GENTILEZA O MAIS RAPIDO QUE PUDER
DESDE JA AGRADECO

Jow disse...

Amigo, minha dúvida é a seguinte, minha namorada tem cidadania Italiana, se a gente for pra Espanha e eu casar com ela lá eu terei direito de ganhar uma cidadania (visto) ou algo do tipo?? Gostaríamos de ficar lá legalmente e trabalhando... oqu e vocês recomendam?

Barin disse...

Gritti, leia:"genealogia".

Giorgio, leia:"genealogia".

anonimo, eu nao tenho "contatos que forneçam residencia somente".
A validade dos documentos é um assunto sério e complicado. Depende do local que vai receber a documentaçao, cada comune tem uma visao e obedece a uma norma propria. Voce deve consultar previamente quem vai receber a documentaçao.

Jow, se sua namorada é cidada italiana e voce casar com ela, voce tem direito à cidadania italiana (por casamento). Nao é tao fàcil como por descendencia mas é possivel. Precisa ver o que diz a lei espanhola (ja que voce diz que vao morar na Espanha...). Sei que na Italia voce teria a possibilidade de abrir o processo pela cidadania por casamento depois de no minimo 6 meses de casado e de residencia legal.
Eu (e nao nòs) recomendo a leitura da lei espanhola.

marta sueli disse...

Parabéns para você, e somos privilegiados quando encontramos pessoas como você.
Por favor, esclareça-me o seguinte:
1) eu tenho direito à cidadania italiana pelo meu ex-marido, neto de italiano, cujo casamento ocorreu em 1972 (minha filha já conseguiu diretamente na Itália); Preciso morar na Italia durante algum tempo para fazer o processo, ou já é automática?
2) meu filho caçula é fruto do meu segundo casamento (união estável) e também tem direito à cidadania italiana porque o seu bisavô o era. Ocorre que, não existe mais nenhum antepassado para providenciar a documentação e por isso eu a providenciei e já está em minhas mãos, totalmente legalizada para a minha ida à Itália, que ocorrera em novembro próximo. Minha pergunta: o fato de meu filho ter somente 12 anos de idade poderá ficar impossibilitado de fazê-lo?
Por favor, responda-me porque até agora não consegui desvendar essas dúvidas.
grata,
Marta Sueli

Regiane disse...

Primeiramente parabens pelo trabalho!!
Estou indo pra Bologna no comeco de outubro e gostaria de contar com sua ajuda para me esclarecer algumas duvidas:
*Vou ficar em uma cidade a 16 Km de Bologna, posso dar entrada na minha cidadania nesta cidade ou tem que ser em Bologna? Bologna `e uma cidade complicada pra se adquirir a cidadania?
*tenho uma filha de 12 anos , mas nao vai comigo para Italia ( nao agora ) quando a minha cidadania sair a dela saira junto , ou pelo fato dela nao estar la , a dela nao saira.
* Sou divorciada , preciso ter algum papel ou formulario especifico pra esse caso alem da certidao de csamento com a averbacao que ja estao comigo, ( `e que vi no site do consulado um formulario para pessoas separadas que me deixou em duvida)
Por favor se puder responder antes d minha viagem ficrei muito grata.

Dartanhan disse...

Gostaria de lhe dar os parabens pela iniciativa e aproveitando o espaço para lhe fazer algumas perguntas bom la vai: Minha namorada neta de italiana pela parte da vo paterna , essa ja falecida no brasil em 2006. essa veio da italia com 3 anos d idade. O pai da minha namorada nascido em 1952 pelo pouco q ja li tem o direito d pedir a cidadania e ele juntamente com minha namorada possuem os seguintes documentos : certidao d obito , passaporte , certidao d casamento , um certo documento q a falecida vo recebia uma pençao ou algo do tipo vindo da italia , e documentos q comprovam o desembarque no brasil .sendo q o casamento foi realizado no brasil os primeiros passos seriam tirar copias desses documentos autenticadas e pedir segunda via d certidoes como ela deve proceder? tem chance de dar entrada e ter exodo no assunto? Aguardamos respostas abraço!

ronise disse...

Oi, e dificil de acreditar que ainda existam pessoas que estao dispostas a ajudar as outras.Se for verdade mesmo, vc caiu do ceu pra mim. Meu pai esta com todos os documentos prontos para serem traduzidos e legalizados antes de ir para a Italia. O problema e: nao temos dinheiro para pagar os servicos de assessoria que uma senhora que mora ai na Italia esta cobrando. Preciso verificar com vc se meus docs estao corretos antes de mandar traduzir e legalizar. E saber se e seguro ir para a italia sem ter um assessor para te orientar. Pois, meu pai esta muito precisando dessa oportunidade, as coisas para ele no brasil nao estao faceis.
Me de um alo
Obrigada
Ronise

erica disse...

Oi Bruno, tudo bem?
eu estou indo para Itália em novembro,eu já tenho toda documentação pronta, mas gostaría de saber se é o mesmo processo do qual vc explicou no 3/3 de cidadania e oque muda é que não precisa do permesso di soggiorno?
ou muda outras coisas"formulários a serem preenchidos etc", vc podería me tirar essa dúvida.
obrigado
Erica

erica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago L. disse...

Quanto custa uma moradia pra ficar na Itália?
Estou querendo reconhecer minha cidadania lá.
Espero respostas!!!!!

Anônimo disse...

Olá, Gostaria de saber se mesmo com um parente que já adquiriu a cidadania italiana,no caso, minha avó, minha tia e meu primo, se mesmo assim eu preciso levar toda minha documentação desde meu bisavô até a mim para dar entrada direto na Itália. Obrigada

Emerson disse...

Prezado Bruno Barin, realmente isso que você faz é de inestimável valia. Alias, sem valor monetário, pois percebi, nesse tempo que estou me empenhando em reconhecer minha cidadania que "informação" não tem preço, pois não existe. Digo isso porque no consulado mesmo, extrair uma informação é algo impossivel.
Na verdade, eu tenho poucas dúvidas, pois fui acumulando muitas informações no decurso de 2 anos de pesquisas, mas sempre existe algumas pois as mudanças das leis são muito frequentes.
Dentre as que restam está justamente no tangente à legalização dos documentos de registro civil. No consulado de Curitiba-Pr tem, e acredito que seja em todos, um programa de agendamento, que serve para "agilizar" o processo de legalização. Mas não agiliza muito, eu acho, de modo que entrei no site dia 18 de outubro, e meu agendamento foi marcado pra novembro de 2008...é distante isso! rsrs Mas vamos à dúvida, a qual não foi sanada no consulado: Será que, a partir da legalização [que eu na integra não sei o que é] posso pegar meus documentos e ir direto pra itália pra reconhecer minha cidadania, já que tenho familiares [tios, irmãos de minha mae]e que já são cidadãos italianos que residem lá?
Só pra colaborar com os seus leitores: Se não me engano, e não lembro onde li isso também, que após o agendamento o consulado de Ctba tem o prazo de até 2 meses pra entregar os documentos devidamente legalizados...
Seu Blog está excelente e parabéns pelo seu empenho e dedicação gratuita em ajudar.
Se alguém quiser trocar informaçãos a respeito de como conseguir a cidadania, a título de colaboração, pode usar esse e-mail:lospe76@yahoo.com.br

Anônimo disse...

OLA,
ESTAVA LENDO UM COMENTARIO SOB QUEM TEM DIREITO A CIDADANIA;
LI UM COMENTARIO SEU SOB UMA PESSOA Q TINHA TATARAVO ITALIANO,BISAVO BRASILEIRO,AVO BRASILEIRA E MAE BARSILEIRA NASCIDA EM 1958 OU 57 NAO ME RECORDO E VC DISSE QUE ESSA MENINA NAO TEM DIREITO...
ESTPU PRONTA P/ EMBARCAR E ISSO ME ENCHEU DE DUVIDAS EU SOU BISNETA,MEU BISAVO ERA ITALIANO,MINHA AVO BRASILEIRA E MINHA MAE BRASILEIRA NASCIDA EM 1953,ENTAO EU TMBEM NAO TENHO DIREITO???
ESCLARECA -ME ESSA DUVIDA SE PUDER..
DESDE JA AGRADECO

Barin disse...

23 marzo 2007 22.50 - Bruno Barin ha detto...

Agradeço a todos que vieram aqui me mandar um abraço ou me parabenizar!
:)

Juliana:
Fico chateado por saber que voces gastaram tanto dinheiro por nada...
Legal saber que vc vem pra cà em setembro!
Acho que posso ajudar sim, por favor passe os nomes, datas e locais de nascimento dos seus antepassados (mesmo que esses dados nao sejam exatos).

Solange, estou à disposiçao. Escreva quais sao as suas duvidas que eu tento ajudar.

Vincenzo, muito pertinente a sua pergunta.
O proximo post entao vai ser sobre como proceder para realizar o processo de reconhecimento da cidadania italiana direto na Italia.

Fabricio, os documentos de registro civil do antepassado italiano sao imprescindiveis. Voce realmente vai precisar deles (nascimento, casamento e obito).
Escreva-me os dados que voce tem que tentarei ajudar.

robertolavorato, a lei diz que as mulheres transmitem a cidadania italiana aos filhos nascidos no exterior somente se nascidos apòs 01/01/1948 (que é a data em que entrou em vigor a constituiçao italiana).
Segundo as Sezioni Unite della Corte di Cassazione (mais alto grau de jurisdiçao na Italia), com uma sentença de 26/06/1998 (n. 12091), mesmo com os pronunciamentos da Corte Costituzionale, favoràveis aos descendentes de mulheres nascidos antes de 1948 que entraram na justiça, os tais conceitos considerados inconstitucionais (no caso a nao equiparaçao para nascidas antes de 1948), devem permanecer atrelados à disciplina anterior.
Enfim, nao saberia te dizer quais comunes fazem isso, pois isso é contra a lei.
Voce ja procurou saber se existe algum antepassado italiano do seu lado paterno?

23 marzo 2007 22.50.00 PDT

Barin disse...

Marta Sueli, 1) o divorcio anula o direito à cidadania por matrimonio; 2) o fato de seu filho ter 12 anos nao altera o direito dele, desde que ele seja acompanhado pelo(s) responsavel(is).

Regiane, * se voce jà estiver na Italia deverà ter percebido que o processo deve ser feito no comune de residencia (ou seja, se o comune fica a 16 km de Bologna, o processo tem que ser feito a 16 km de Bologna, e nao em Bologna...); * Para a sua filha ter a cidadania reconhecida automaticamente junto com a sua ela deverà estar presente em todas as fases do processo junto com voce (isto é, nao precisa montar um processo distinto para ela, mas ela tem que estar morando junto); * Na maioria dos casos a certidao de casamento com a averbaçao do divorcio nao é suficiente, seria necessario também a certidao do forum onde foi feito o divorcio e às vezes outros papéis (sempre retirados no forum onde foi feito o divorcio, e tudo traduzido e legalizado).
Peço desculpas por nao ter respondido antes.

Dartanhan, sua namorada realmente tem direito, para saber como proceder leia processo-para-o-reconhecimento-da.html e processo-para-o-reconhecimento-da_23.html.

Ronise, voce tem possibilidade de scannear os documentos para me mandar em formato .jpg? Assim eu me comprometo a verificar. Mande seu endereço e-mail para mim, que eu te envio mais informaçoes.

Erica, é realmente como eu escrevi em processo-para-o-reconhecimento-da_5015.html e o-reconhecimento-da-cidadania.html.

Thiago L., leia processo%20diretamente%20na%20italia, cidadania%20italiana e os comentarios. Voce certamente vai encontrar o que necessita saber.

Barin disse...

Anonimo, eu ja respondi esse pergunta antes, basta ler nos comentarios deste blog...
Mas enfim, voce nao precisa apresentar documentos repetidos.

Emerson, sim, com os documentos devidamente traduzidos e legalizados pelo consulado, o interessado pode vir à Italia tranquilo para requerer o reconhecimento da cidadania.
Obrigado e saiba que sò de ler seu comentario jà pude ver que voce tem discernimento e potencialidade. Boa sorte!

Anonimo, realmente eu errei no comentario referido por voce.
Voce tem direito pois sua mae nasceu depois de 1948.

Camila disse...

oi Bruno, parabéns pelo blog, está realmente ajudando muitas pessoas.

Tenho uma dúvida:

Como posso descobrir se algum primo ou parente distante ja conseguiu tirar ou dar entrada na cidadania italiana e assim conseguir simplificar o meu processo?
Existe algum sitema que eu possa procurar?

Muito obrigada pela ajuda!

Abç,

Camila Cristina Thimoteo
ps: o sobrenome é do meu pai que é portugues, mas o sobre nome italiano da familia da minha mãe é Traglia e Crestani)

Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Ciao Bruno. Estou com os documentos prontos na fila do consulado há 1 ano, juntei tudo com assessoria de uma advogada na esperança de um processo rápido, pois já estava morando no exterior. Mas isso não ocorreu. Estou embarcando pra Itália em fev/2008, pra trabalhar como au pair (por causa do baixo custo) e requerer minha cidadania em Veneza. Falo inglês, mas meu italiano não é lá essas coisas. Te pergunto: Tu aconselhas contratar alguma assessoria pra me ajudar ou acha que consigo fazer sozinha se me preparar? Obrigada, Laura

Brain disse...

Bruno, ou melhor, Cezar, sei que já recebeu "n" comentários positivos a respeito dessa atitude nobre de simplemente ajudar as pessoas, por amor a vida, respeito ao próximo e atitude digna, mas ainda assim que elogiá-lo também. PARABÉNS!!! Por não fazer 100% parte deste mundo capitalista em que vivemos!

Eu estava procurando alguma forma de ajuda porque assim como muitos me dei mal...rsrs Tive uma ajuda de uma agência consular a respeito da documentação, fui atra´s de todos os documetnos, e quando essa pessoa me disse que estava tudo ok, eu traduzi, legalizei, enfim, mais de dois anos no processo, para dar entrada na Itália... enviei meus documentos para uma pessoa que irá me auxiliar lá, e soube hoje (já com viagem marcada para fevereiro) que erei que retificar duas certid~ioes, pois uma tem um "l" a menos no nome do meu bisavô e a outra tem um "o" trocado pelo "u"... a questão é que não sei quanto tempo e dinheiro isso leva, e se passar dos 6 meses de validade tenho que legalizar TUDO DE NOVO??? Vou tirar via Veneza, ela me diz que se passar dos 6 meses não tem problema...mas tenho medo. Você sabe como funcona a questão da retificação por detalhes assim tão pequenos? Pois as datas e tudo o mais estão corretos.
Obriagda e mais uma vez, parabéns!

Claudia disse...

Olá! Fiquei super feliz de achar esse blog!
Tenho algumas dúvidas quanto ao processo de cidadania na Itália. Desculpe se estiver sendo repetitiva!
Eu vou p/ Itália - Milão - agora em Janeiro para estudar (1 ano). No entanto, só vou conseguir legalizar minha documentação aqui no Brasil em julho de 2008.
Como eu vou ter o visto de estudante, você sabe qual o processo eu devo seguir? Eu estou um pouco perdida quanto à sequencia do procedimento, visto que tudo é explicado para alguém que é "turista". Vou ficar em casa de família e não sei quando devo pedir esse registro na comuna. Também, que declaração é essa que você menciona no seu blog?
Porém, minha grande preocupação é o tempo. Não sei quanto tempo tem demorado para sair a cidadania em Milão. Como eu só vou receber minha documentação em agosto/setembro, tenho tempo até dez de conseguir essa cidadania?

Obrigada pela ajuda!!

Barin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barin disse...

Camila, valeu, nao existe um indice ou uma lista ou um banco de dados especifico para consultar os nomes de pessoas que ja conseguiram completar o processo pelo reconhecimento da cidadania italiana por descendencia, pelo menos nao que eu saiba.
Sei que no site do consulado italiano em SP existe a lista com os nomes das pessoas que ja enviaram o requerimento.

Laura, se voce se preparar acho que voce nao precisa de assessoria.
Boa sorte!

Brian, valeu mesmo! ;-)
A retificaçao costuma ser um processo simples, depende de onde vai ser feita e do que hà para ser retificado.
Quanto aos 6 meses, isso varia muito, existem muitos lugares que aceitam documentaçao com mais de 6 meses, o que voce precisa fazer é entrar em contato com o comune onde voce vai iniciar o processo e conversar sobre isso.

Claudia, como voce vai entrar na Italia com o visto de estudante, fica mais facil.
Logo que voce chegar voce vai precisar fazer o permesso di soggiorno per studio.
Assim que os seus documentos chegarem do Brasil voce pode fazer a inscriçao de residencia no comune (desde que a pessoa que esteja te hospedando permita voce se tornar residente là), e voce pode dar entrada no processo de reconhecimento da cidadania.

Anônimo disse...

Meus bisavós eram italianos, tenho os nomes deles mas não sei que cidade eles nasceram, pode me ajudar?

grata
Mena

Anônimo disse...

Meus bisavós eram italianos, tenho os nomes deles mas não em que cidade na Itália nasceram. O que devo fazer para descobrir?

grata
Mena

Barin disse...

Mena, basta ler...
Este post aqui, onde voce postou, começa justamente explicando o que voce perguntou...
Enfim, volte là em cima, leia com atençao, que voce vai encontrar o link "Genealogia (busca de documentos)", entao é sò clicar.
...

smoothberries disse...

Ola,
Meu avo MATERNO já era italiano e minha mae já é falecida e nao tirou a cidadania italiana. Tenho alguma possibilidade de conseguir a minha, pulando uma geração?

Aguardo resposta,
Obrigada!

smoothberries disse...

RETIFICAÇÃO
Ola,
Meu avo MATERNO era italiano e veio pro Brasil, minha mae já é falecida e nao tirou a cidadania italiana. Tenho alguma possibilidade de conseguir a minha, pulando uma geração?

Aguardo resposta,
Obrigada!

Anônimo disse...

Olá,

No mesmo espírito de que a informação deveria ser grátis, existe um Wiki sobre cidadania italiana.

Como um Wiki é livre para todos, tanto para ler como para adicionar informações.

Anônimo disse...

Olá Glauco!

Meu nome é Patrícia, sou gaúcha e pretendo viajar pra Itália em 2008 para conseguir minha dupla cidadania.
Serei obrigada a ficar morando na Itália, enquanto não aprovarem a documentação?

Abraços

Patrícia

ILKA MEZZAVILLA disse...

Adorei o seu blog! foi muito esclarecedor!!!!

Mas ainda tenho dúvidas.... Meu noivo é tataraneto de italianos... a linhagem é toda paterna até chegar na mãe dele que é nascida em 58. Eu gostaria de saber se ele e a irmã podem tirar, mesmo sem tirar a da mãe, pq eu li em algum lugar que os tataranetos só tiram depois que os bisnetos tiverem obtido sua cidadania. (mas é uma dúvida!)

Outra coisa... para dar entrada no pedido no consulado é necessário ter a certidão de nascimento original do italiano?!?! Ou se tiver a de óbito e casamento já tem como dar a entrada??? O sobrenome é MEZZAVILLA e nao sabemos exatamente de que cidade é o antepassado italiano.
Vi na internet que é comum na regiao do VENETO, mas isso é algo muito amplo! Estou tentando conseguir isso pra ele, pois também ouvi dizer (hehehehe) que haverá mudanças na lei de jus sanguinus e os tataranetos vao perder o direito. Vc sabe me dizer se isso procede???? estamos no Rio de Janeiro e queríamos fazer o processo via consulado no Brasil mesmo, vc acha que demora muito? (aqui diz 5 anos de espera) e se compensa fazer na Itália?! Desculpe tantas perguntas! é que fiquei atordoada com a possibilidade de mudança da lei!


OBRIGADA!

Camila disse...

Querido Bruno,

Você saberia me dizer se a resposta da lista di leva é exata ou provável?
Pois me passaram que meu bisavô é de Conco, mas já passei e-mail e enviei carta para lá e não me respondem! queria saber se posso ficar tranquila esperando a resposta ou se preciso ainda procurar mais...

Mais uma dúvida:
Meu bisavô italiano, minha vô brasileira, minha mãe nasceu depois de 1948 - entendo que tenho direito, ok? mas, para eu conseguir é necessário que minha vô tire, depois minha mãe e assim eu ou é só pedir direto para mim??

Muitíssimo obrigada!

Camila

DaniSaccardo disse...

Olá. Estou em busca da documentação dos meus familiares Italianos. Tenho a certidão de nascimento e alguns outros documentos, mas não consegui achar o certidão de casamento dele aqui no Brasil. Sei que ele casou em Jundiaí-SP, meu pai procurou em vários cartórios da cidade, mas não achou nada. Tem outra forma para que eu possa encontrar essa certidão.

Obrigada
Daniela A Saccardo

Amanda disse...

oi... fiquei sabendo q meu bisavô veio de Bari. Mas não estou conseguindo achar nada na net, que me comprove isso. Tenho a certidão de casamento dele, mas, como vc sabe, a documentação antiga nem sempre trás a informação q precisamos. Vc conhece algum site q eu possa estar confirmando minha informação. Obrigada!!! E fique com Deus

Anônimo disse...

Ola amigo

Sou nascida no Brasil, meus avos maternos sao italianos, e gostaria de saber o que tenho que fazer para aplicar pela cidadania italiana de um jeito que saia rapido, e o que precisarei para isto.
Desde ja agradeco sua ajuda

Muito obrigada

Bruna

Anônimo disse...

POR FAVOR , Q DOCTO DEVO MANDAR PARA 02 IRMÃS QUE ESTÃO NA ITÁLIA, UMA HÁ 06 ANOS CASADA COM 01 FILHO, A OUTRA DEVE RETORNAR 28/02/08 , MAS ARRUMOU UM EMPREGO EM ROMA, E SUA PATROA QUER REGISTRÁ-LA. TENHO QUER FAZER 02 CERTIDÕES DE NASCTO DA CASADA E DA SOLTEIRA E TRADUZÍ-LAS? POIS A CASADA NÃO ESTA MTO INFORMADA..,
QUEM DEVE SUSTENT´-LA É A PATROA, POIS A IRMÃ CASADA MORA NO SUL DA ´TÁLIA.. OBRIGADA
E UM TAL DE PERMESSO DI SUGGIORNO

kika disse...

ola, sou neta de italiano e nao sei como conseguir a certidao de nascimento do meu avo que esta em verona mas nao se onde. que eh a unica coisa que esta faltando.Por favor, sera que vc poderia me ajudar... mt obrigada!

Tarik disse...

Bruno, ta ai ainda? Preciso muito que me tire uma duvida. Tenho todos os documentos que preciso, só nao os tenho legalizados, seria problema tentar legaliza-los da italia? tinha postado nos discos. vai denovo. abraco

Anônimo disse...

Caro Bruno, parabéns, tenho uma dúvida que li num blog, a pessoa também esta na Italia, segundo ele as cartas e E-mail que são enviados as Comunes e aos Archivios di Stato das provincias, nem são lidos pelos funcionários, isso é verdade?, mesmo quando respondem dizendo não terem encontrado nenhuma informação da pessoa?

Anônimo disse...

OLÁ BRUNO
PESQUISANDO PELA NET DA VIDA, LOCALIZEI SEU SITE E FIQUEI FELIZ POR VC SER UMA PESSOA QUE PROCURA NO QUE PODE AJUDAR E ORIENTAR AS PESSOAS EM SUAS DÚVIDAS.
E EU TAMBÉM COMO UMA POBRE MORTAL TB TENHO DÚVIDAS. SOU DESCEDENTE DE ITALIANO, MEU BISAVÔ ERA DA CALABRIA, MAS COM TANTOS COMENTÁRIOS SOBRE REQUERER A CIDADANIA ITALIANA, PELA DEMORA E A BUROCRACIA, NA VERDADE NUNCA TENTEI, E DEPOIS TAMBÉM PQ A ÚNICA IRMÃ VIVA DO MEU PAI NÃO SABE AONDE POSSA ESTAR ALGUM DOCUMENTO DO MEU BISAVÔ. MAS AS DÚVIDAS SÃO AS SEGUINTES: _ NAMORO COM UM ITALIANO, E QUEREMOS MUITO FICAR JUNTOS. EU JÁ SOU DIVORCIADA AQUI NO BRASIL HÁ ALGUNS ANOS, ELE SÓ TÊM A SEPARAÇÃO LEGAL, AINDA NÃO ENTROU COM O DIVORCIO. ESTAMOS QUERENDO MORAR NA ITÁLIA JÁ QUE ELE AINDA TÊM MAIS 6 ANOS DE TRABALHO PARA SE APOSENTAR, ELE TRABALHA NO CORREIO. GOSTARIA DE SABER SE INDO MORAR COM ELE NA ITÁLIA, PODEMOS FAZER ALGUM DOCUMENTO NO QUAL ELE SE RESPONSABILI-ZE POR MIM LÁ E EU POSSA FICAR, ATÉ QUE ELE ENTRE COM O DIVÓRCIO, E DEPOIS SIM POSSAMOS NOS CASAR. E POSSÍVEL FAZER ALGUM TIPO DE DOCUMENTO? OU SÓ CASANDO COM ELE, E SE ELE DER ENTRADA NO DIVORCIO, QTO TEMPO DEMORA NA ITÁLIA PARA SAIR O DIVORCIO DELE?
AGRADEÇO MUITO POR SEU TEMPO, QUE JÁ LI QUE É SEMPRE MTO CURTO, E POR SUA COMPREENSÃO ÀS MINHAS DÚVIDAS.
BEIJOS EM SEU CORAÇÃO....CLAUDÉTE
clauquest@hotmail.com

Anônimo disse...

Bruno, Boa Noite !!!

Meu nome é Elisete e primeiramente parabéns pelo seu blog, super bacana .
Será possível você me ajudar ?
Estou com todos os documentos para o requerimento da cidadania, e fui ate o Patronato aqui em S.Paulo e fui informada que para se obter a cidadania em Italia preciso de estar com as certidões traduzidas e com um carimbo de acordo do Consulado, mas o Consulado está fechado durante este ano inteiro para este tipo de serviço. Então o patronato me informou que vou ter de descobrir quais comunes aceitam os documentos para o reconhecimento da cidadania sem este (de acordo do consulado aqui) . Pergunta: Você tem condições de me informar qual ou quais comunes são mais acessíveis para com a documentação para requerimento de cidadania? E quanto a retificação de nomes? Eu carrego o sobrenome italiano, mas houve diversos erros desde meu bisavô até eu.Sendo possível ajude-me, rsrs . Estou com viagem marcada para final de Abril e gostaria de poder ir para requerer a cidadania , já .

Muito Obrigada

Daisy disse...

Olá, gostei muito do seu blog, especialmente da parte sobre a cidadania italiana. No meu caso a linhagem até meu pai é toda masculina. Tenho os documentos do bisavô italiano (menos o casamento com a bisavó, mas ele declarou-se o pai na certidão de nascimento do meu avô) e as certidões de nascimento, casamento e óbito dos descendentes chegar a mim. Falta traduzir e legalizar. Estou pensando em fazer na Itália, mas vou precisar de ajuda, começando pelo valor que devo ter para enfrentar todas as despesas e se poderei fazer, ou pelo menos dar entrada na cidadania no meu período de férias (30 dias) Uma Boa Páscoa e muito obrigada.

Barin disse...

smoothberries, sim, basta que voce tenha nascido a partir de 1948 (e nao antes).

Barin disse...

Muito legal a idéia do site wiki sobre cidadania, genealogia, e/imigraçao etc.
Vou inclusive botar um link nos meus favoritos!
Parabens pela otima iniciativa!!!

Barin disse...

Patricia, voce me chamou de Glauco mas Glauco foi a primeira pessoa a comentar, é um amigo, eu nao sou o Glauco...
Sim, para ter a cidadania italiana reconhecida em um comune italiano voce terà que efetivamente morar là durante todo o processo.

Barin disse...

Ilka, se seu noivo nasceu a partir de 1948, sim, ele e a irma dele poderao ter a cidadania italiana reconhecida diretamente.
Sim, tudo em original.
No inicio deste post tem 3 links com respostas para suas demais duvidas...

Barin disse...

Camila, a lista di leva costuma conter dados exatos.
Tranquila nao, acho que voce deveria requerer novamente.
Sim, voce tem direito sim. E pode requerer diretamente.

Barin disse...

Daniela, o documento que comprove o casamento voce vai encontrar ou no cartorio de registro civil ou na igreja (mais dificil).
Ja vi muitos casos em que parecia que o casamento ocorreu num local mas no fim foi descoberto que foi realizado em outro... Ou casos onde o local era sempre aquele, mas antes pertencia a um municipio, e hoje a outro, etc.
Precisa dar uma de detetive mesmo...

Barin disse...

Amanda, voce nao encontrou nada "na net" justamente nao existe um unico database, centralizado, na internet, que disponibilize tudo o que um aspirante a cidadao italiano por descendencia deseja...

Barin disse...

Bruna, leia os textos dos links do inicio deste post...

Barin disse...

Kika, voce tem duas opçoes:
1. Escrever para todos os comuni da provincia de Verona, requerendo o documento;
2. Escrever para o archivio di stato da provincia de Verona e requerer o registro da lista di leva (para entao, quando tiver recebido o registro, requerer de uma sò vez o documento diretamente no comune certo).

Barin disse...

Tarik, isso depende do local onde voce vai fazer o processo...
Varia muito de lugar para lugar, é melhor voce se informar antes com o responsavel pelo setor que vai receber seu requerimento de reconhecimento da cidadania.

Barin disse...

Claudete, seu namorado poderia procurar isso para voce numa boa.
Um link util:
http://www.aduc.it/dyn/immigrazione/index.php

Barin disse...

Elisete, infelizmente nao possuo essa informaçao, isto é nao sei dizer quais comuni sao mais acessiveis em relaçao à legalizaçao...
Sei apenas que o consulado é obrigado por lei a fazer a legalizaçao dos documentos para quem vai realizar o processo diretamente na Italia.

Barin disse...

Daisy, voce nao é a unica a gostar "principalmente da parte sobre a cidadania...", infelizmente sobre o livro 360 Graus pouco se fala, se formos comparar...
Mas enfim...
Voce nao conseguirà realizar todo o processo na Italia em apenas 30 dias, realmente impossivel.
Sobre o valor, eu ja escrevi em um dos posts deste blog.

Gus disse...

Ja estou a 7 meses em milano, e continuo esperando pela minha residencia, no entanto todos os meus ducumentos para obter a cidadania , ja estao na comune de milano, porem o processo nao começa enquanto o vigile, nao passar em casa. Como posso fazer para poder agilizar isso, tem alguma outra saida ????

Barin disse...

Puxa, Gus, nunca vi residencia tao demorada como essa sua!
Vejo duas saidas para o seu caso:
1. Ir até o comune e encher o saco, isto é pegar no pé deles até conseguir;
2. Mudar de comune.

eduardo disse...

Ola Bruno! Parabens pelo blog e inciativa! Eu já li sobre os documentos sem legalizacao, mas tenho que perguntar..rsrsrs. O consulado de SP fechou as legalizacoes e agora soh em 2009!!! Eu tenho tudo em maos sem legalizacao, ouvi que existem comunes que aceitam os Docs sem legalizacao. Voce sabe me dizer se é verdade? E onde posso encontrar essas Comunes??

muito obrigado

Abracos

Anônimo disse...

Oi,Bruno! Tudo bem? Minha mãe está procurando os documentos para obtenção da cidadania italiana. Já conseguimos a metade... Esperamos a certidão de nascimento do avô dela( provavelmente nascido em 1892)p/ obtermos mais detalhes do bisavô, que foi quem veio da italia.Por enquanto temos apenas o nome dele, Domeciano Verona... Tem alguma dica para agente?
Obrigada...

Anônimo disse...

Bruno queria me identificar... Mas não consegui...Rsrrsrss... Escrevi o recado sobre a cidadania ref o Domeciano Verona...RSrsrsrsrs
Meu nome é Ana Lívia, meu email analiviaverona@hotmail.com
Obrigada!!!

Anônimo disse...

Boa Noite!
Bem, acho que estou precisando de ajuda. Já cansei de informações desencontradas. Minha pergunta é a seguinte. Estou embarcando pra Itália em 10/08/2008 com retorno marcado para 16/11/2008. Será que neste perríodo consigo minha legalização italiana. Já tenho toda a documentação legalizada pelo consulado.
Gostaria tb de saber se voces prestam assessoria neste sentido lá.
Agradeço
Cleci Tonin Santin

Anônimo disse...

Olá me chamo Erica Bortolossi e estou precisando da certidao de nascimento de meu Tataravô, na certidao de obito dele consta que é de Lucca na italia, mas na verdade nao sabemos se é Lucca mesmo ou um vilarejo de Treviso - Fregona que se chama San Luca. Ja encaminhei um email para o Estado solicitando documentos mas nunca me responderam. Será que voce pode me ajudar, nao conheço ninguem na Italia e nao sei mais como proceder para conseguir esse documento. Moro em Palmas-Tocantins, o que torna as coisas ainda mais difíceis. Por favor me responda certo? Obrigada.

Barin disse...

Eduardo, eu tambem ja ouvi falar que existem comunes que aceitam a documentaçao sem a legalizaçao, afinal o comune tem autonomia de açao (claro, com certos limites). O problema é que nunca tive uma experiencia pessoal desse tipo, e nao saberia te dizer quais comunes poderiam fazer isso...
O melhor continua sendo entrar em contato com o comune e perguntar...

Barin disse...

Ana Livia, a dica que eu poderia te passar é pressionar o cartorio para pegar o quanto antes essa certidao do avo. E com ela chegar ao cartorio onde està a certidao de obito do bisavo. Costuma constar em alguma das certidoes (casamento ou obito) alguma informaçao relativa ao local de nascimento...

Barin disse...

Cleci, "legalizaçao italiana" é um modo equivocado. O que voce quer seria o reconhecimento da cidadania italiana, nao é?
Tudo depende da boa vontade do comune onde voce vai iniciar o processo.
Meu conselho seria escolher alguns comunes e entrar em contato perguntando claramente quanto tempo leva para se realizar o processo todo.
Eu ja trabalhei com pesquisa e assessoria antes, mas hoje meu trabalho toma quase todo meu tempo...

Barin disse...

Erica, pelo seu sobrenome meu palpite é que seja Fregona mesmo.
Meu conselho é escrever uma carta (carta mesmo, em papel, enviada pelo correio com aviso de recebimento etc) para o archivio di stato della provincia di treviso, solicitando as informaçoes sobre o nascimento do antepassado, constantes na lista di leva. Existem varios sites que oferecem modelos de cartas desse tipo.
Aqui vai endereço: http://www.archivi.beniculturali.it/UCBAWEB/ricerca.php?nome=TREVISO

Barin disse...

Erica, aliàs, isso tudo que escrevi vale se o sobrenome do seu antepassado for mesmo Bortolossi...

Thiagao disse...

Olá !!! Primeiro quero agradecer pelo excelente blog q ja me ajudou em algumas duvidas.
Sou brasileiro e estou morando em Portugal, já tenho todos os docs, por isso vou traduzir e legalizá-los aqui. Entretanto há 2 problemas: as certidoes de nasc., cas. e obito do meu avô estão com o sobrenome errado, escrito como “LABATTI”, enquanto as certidoes minha, do meu pai e do meu bisavô estao “LABBATE”, o certo; outro problema é q fico aqui no maximo 2 meses. Minhas dúvidas: qto tempo leva para a retificação? Tento arriscar com o sobrenome assim ? Quanto custa? Se necessário, como encontro um bom advogado em Campinas-SP ?
Com os maiores cumprimentos, Thiago Labbate

NataliaR disse...

Oi!! Meus documentos chegaram legalizados ja do Brasil e estou na grande duvida quanto a fazer o pedido de cittadinanza na comune di Milano. Mts pessoas disseram q aqui ia demorar mt e que ia ser um stress, mas como ja tenho um apto alugado em meu nome aqui, a parte da residencia pelo menos eh facil... Sua opiniao, vale ou nao fazer a cidadania por Milao? Obrigada!!!!

gordo disse...

ola. como vai..
nao tenhu a minima noçao de como se tiraa cidadania italiana voce poderia me ajudar..

nao tenhu decendentes dela entao como faço para adiquirir a cidadania.. poderia me responder..

obrigad...

Anônimo disse...

Interessante você estar na Itália!
Bom..preciso somente da certidão de nascimento e de batismo do meu bisnonno...e agora?
mando carta? já mandei e nada
mando e-mail? já enviei e nada...


Obrigada


Aline Petroni

Elisa disse...

Oi!!
Muito legal seu blog..
Gostaria de saber se é possível um menor de idade de 16 anos ir para Italia sozinho e conseguir tirar sua cidadania lá, sem estar acompanhado dos pais??Eh necessario algum documento diferente, ou isso eh impossivel, soh maiores podem reuqerer?? Obrigada
Meu e-mail eh elisaalban@hotmail.com

Caio disse...

Amico Bruno,

tudo bom??

Desculpa invadir assim o seu site, mas, depois de tanta busca na internet, constatei que o seu blog é a melhor fonte para quem deseja valer o direito da desejada Cidadania Italiana.

Como quase todos aqui, eu tenho uma perguntinha.

Eu tenho 20 anos e sou bisneto de italiano nato. Meu pai está com o processo de reconhecimento da cidadania italiana na fila do consulado de São Paulo. Ele entrou com a papelada em 2005, ou seja, ainda vai demorar um pouco.

A minha dúvida é a seguinte: Pelo o que andei lendo, caso a cidadania do meu pai seja reconhecida, a minha não irá ser reconhecida automaticamente correto?? Eu devo entrar com um processo separado?? Entrar nessa fila desde o ínicio?? Antes reconhecia, mas agora só para filhos menores de 18 anos??

Essa é a minha única dúvida por enquanto. Não acho explicação em lugar algum.

Desde já, muito obrigado.

Estou tentado agilizar ao máximo o reconhecimento da minha cidadania antes que uma futura lei possa altera esse direito "in malan parte". Sei que a melhor maneira é ir para a Itália, só que eu estou no 3º ano da faculdade e não pretendo trancá-la.

O que você me sujere??

Muito Obrigado.

Atenciosamente,

Caio belo Rodrigues
caiobelo@gmail.com

MONICA disse...

Olá meu nome é Mônica moro no Brasil especificamente em São Paulo. Me aventurei a buscar dados sobre meus antepassados a dois anos e descobri que sou descendente de italiano por parte do meu bisavo. Não tinha absolutamente nada apenas o sobrenome e com a grafia errada. Enfim consegui muitos dados , porém todos os docucmentos que consegui não registra a cidade de origem e sim apenas o pais ou seja Italia. Teno como objetivo fazer minha pos em arquitetura na Italia e muito mais ... Teria algum outro caminho que voce pudesse indicar para conseguir a cidade de origem.
Um grande abraço
Obs> sobrenome Poveromo
Monica Martins
monicaarqui@hotmail.com

Luciana disse...

Olá Bruno! Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pela iniciativa.
A minha dúvida é a seguinte: minha prima já conseguiu a nacionalidade italiana pelo nosso Bisavô, então isso quer dizer que eu só preciso comprovar a minha linha ascendente que seja comum a dela... Ela deu entrada na Itália, será que demoraria ainda mais se eu desse entrada no Brasil, já que os documentos apresentados por ela estão lá. Se o processo já tá todo pronto na Itália, em quanto tempo vc acha que eu conseguiria obter a cidadania la na Itália? e aqui no Brasil (Brasilia)? Minha 1ª entrevista na embaixada (com meus irmãos e meu pai - que nasceu em 48)está marcada para junho somente. O que é melhor? Obrigada

porter disse...

Ola gostaria de um e-mail para conversarmos.

Ana Claudia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Claudia disse...

Olá querido, parabéns pelo serviço prestado nesse blog.


O primo do meu pai conseguiu tirar a cidadania italiana. Tenho algumas dúvidas:

1 - É necessário certidão de óbito tambem dos antecedentes? Se sim, basta a certidão de óbito do parente direto do italiano ou é preciso tambem do conjuge? Ex: Meu bisavô tem que ter o obito e a minha bisavó não é necessário.



2 - Meu pai Tenho a certidão de nascimento da minha irmã, mas não tem certidão de casamento com a mãe dela, pois não casaram.Ele pode apresetar somente a certidão de nascimento da minha irmã onde consta que ele é o pai sem apresentar a certidão de casamento?



3 - Para dar entrada no consulado do Rio de Janeiro, é necessário residir aqui? Se sim, o que pode ser usado para comprovante de residencia? Posso usar um "nada consta" eleitoral? Cartas de banco?


4 - Não temos a certidão de nascimento do meu bisavô. Segundo a minha avó quando ele casou a certidão de nascimento ficou e foi emitida a certidão de casamento. Nesta certidão de casamento é dito que ele é filho do bisavô, o italiano. Isso basta? Caso não sirva, temos que descobrir em que cartorio ele foi registrado e pedir uma segunda via.Como faço para descobrir isso?



5 - Como é o processo de entrada da solicitação? Tem ficha a preencher ou algum pagamento e etc?

Agradeço muito sua atenção!
Nathália

Catiurcia Pontes disse...

Boa tarde,
Gostaria de saber se alguém aqui teve problema com a
Indexport Assessoria e Consultoria à Cidadania Italiana Ltda.
Por favor se alguém tiver alguma coisa a comentar sobre essa empresa entre em contato comigo pelo email
cpb_167@hotmail.com

Atenciosamente
Catiurcia Barroso

Cleide Rama disse...

Lisandra
Talvez possa me ajudar
Estou com toda documentação, só falta traduzir aqui no Brasil
Pretendo ir direto onde meu avô nasceu Altivole - província de Treviso
Gostaria de contatar o Bruno
Sabe como? Um abraço Cleide

Cleide Rama disse...

Achei você! Bruno...
O que me diz de ficar em Treviso para tirar minha cidadania?
Meu avô e de Altivole, poucos habitantes , mais fácil , assim disseram.
Só falta traduzir tudo e agora não precisa mais ser juramentado!
Só reconhecer tudo no cartório aqui, certo
Pode ajudar? Procurei um Airbnb pra ficar aí
Tem dicas melhores? Aliás vou pegar firme para aprender italiano em 30 dias !
Um abraço
Cleide