sábado, 24 de março de 2007

Prêmio SESC de Literatura 2006

Seria bom demais para ser verdade.
O livro 360 Graus foi inscrito para o Prêmio SESC de Literatura 2006, mas nao venceu.
Na verdade meu autor jà esperava por isso. Nao porque ele ache que o 360 Graus seja ruim, mas porque o concurso em questao sempre teve por caracterìstica principal a valorizaçao da brasilidade do texto (preocupaçao que 360 Graus nunca teve, ao menos nao propositadamente/explicitamente).
O pròprio SESC divulgou o nùmero final de inscritos dividido por UF (estados), ou seja, tentando ilustrar um quadro nacional, brasileiro, e o 360 Graus foi escrito no exterior, sobre uma experiencia de emigraçao, e foi inscrito no concurso por Sao Paulo (pois o autor nasceu em SP), mas com material enviado da Italia.
Ou seja, fora do pàreo.

De qualquer forma, nao desmereço o vencedor. Parabéns a Wesley Peres, autor de Casa entre vértebras, o romance vencedor.

Esse foi o segundo concurso com o 360 Graus como inscrito.
O primeiro nem sei como definir, nem sei bem como descrever... Trata-se do PRIMEIRO CONCURSO INTERNACIONAL DE LITERATURA VITAVISION...
A inscriçao é paga. A data final para inscriçao jà foi adiada vàrias vezes, em vàrios meses...

Enfim, bola pra frente...


s/t: Swervedriver

2 comentários:

Gabi disse...

quem liga pra prêmios?
I wonder...
Eu nunca amei um livro premiado, já até li e gostei, mas os livros não precisam de prêmios e sim de historias que nos levem no colo para dentro daquela historia...
Bem, acabo de acordar, de repente ainda estou zonza...
Boa sorte Cesar!

Barin disse...

Valeu, Gabi!
;)