quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Artemoltobuffa

Ter vontade de chorar - e por algo que nao seja necessariamente tristeza - ao escutar uma cançao, é algo "boiola"?
Explico:
1. Boiola no sentido piegas/cafona, nada a ver com predisposiçao sexual;
2. O "algo" em questao nao é necessariamente tristeza, mas pode até ser. Ou entao pode ser melancolia, ou inspiraçao/iluminaçao, ansia/ansiedade, contemplaçao, nostalgia, ou um pouco de cada um, em combinaçao, ou ainda algo a mais. Mas sempre nesse(s) sentido(s)...

Artemoltobuffa (em portugues Artemuitoengraçada (engraçada no sentido de 'ridìcula')), escrito assim tudo junto, é um projeto musical formado em Mestre (distrito de Veneza) entre 2001 e 2002 por Alberto Mufatto (reparou o anagrama?).



Alberto Muffato é um compositor.
Um compositor que sabe compor somente daquele modo, dele. As letras das cançoes que ele compoe sao literatura, poesia. Sim, sério.
Alberto é um cantor.
Um cantor que canta as cançoes que escreve, sempre daquele modo, dele. Com voz tìmida, tremula, delicada, quase desafinada, e linda.
Muffato é também um musicista, toca guitarra e às vezes teclado.
Um musicista que toca de modo calmo, introspectivo. Até mesmo quando produz microfonia e usa a distorçao.
Canta e toca de um modo que me faz invariavelmente vir em mente Nick Drake. Mas a obra do Artemoltobuffa vai além, pois conta com estruturas e formas que remetem também a Yo La Tengo, Sparklehorse, Red House Painters, Belle and Sebastian, e claro, todo o universo da musica popular e independente italianas (principalmente Perturbazione, Tiromancino, Gino Paoli, Luigi Tenco, Franco Battiato, Nicolò Fabi, Samuele Bersani).

Artemoltobuffa passou de projeto individual a coletivo no decorrer dos anos.
Sao 3 lançamentos oficiais.
Nel Bambù, demo de 2002, contendo 12 cançoes (a maioria das quais viria a ser aproveitada/regravada mais tarde). Nel Bambù foi inteiramente realizado por Muffato, que compos, tocou e gravou tudo, em casa. Totalmente independente.
Em 2004 foi lançado o primeiro disco, Stanotte/stamattina, contendo 11 cançoes. A essa altura o coletivo jà contava com a participaçao efetiva de Massimiliano Bredariol e Emiliano Pasquazzo. O disco foi lançado pelo selo italiano Aiuola Discos.
L'Aria Misteriosa, ùltimo lançamento do Artemoltobuffa (até o presente momento), é de maio ou junho de 2007. Foi produzido por Fabio de Min (lìder da banda bellunese Non Voglio Che Clara). Conta com 10 cançoes. Lançamento Aiuola Discos.



Estou para escrever sobre o Artemoltobuffa jà faz tempo, mas sempre faltava tempo (aliàs ainda falta).
Quem jà se emocionou com filmes como Nuovo cinema Paradiso ou Sociedade dos Poetas Mortos ou Central do Brasil ou La Meglio Gioventù ou Pretty in Pink ou About a Boy provavelmente poderà antecipar o que eu em vao tento descrever aqui, isto é, o que sinto ao escutar esse veneziano e seus companheiros.
Eu ainda nao pude ver um show do Artemoltobuffa. Nao vejo a hora de assistir. Perdi uma oportunidade e tanto: Eles tocaram no Airport festival de Veneza e eu acabei nao indo por algum motivo trivial (tipo ter que trabalhar no dia seguinte às 5:30 da manha). E olha que dias antes do show do Artemoltobuffa eu fui ver o Bluetones, nesse mesmo festival...
Mas eu ainda vou ver um show de Muffato e cia, po.

Sabe, hà algo que me deixa orgulhoso também, nao é sò o sentimento descrito no inìcio do post.
Alberto é veneto, ou seja, nasceu no Veneto (regiao do nordeste italiano). E, apesar disso, sua obra é bela e profunda a ponto de fazer o ouvinte pensar que nao seja veneto, que nao seja de nenhum lugar em especìfico. Ou melhor, chega mesmo a me fazer pensar que até mesmo no contraditòrio/retrogrado/arrogante/desconfiado/xenòfobo Veneto existe gente capaz de pensar e sentir como Muffato.
E, pra dizer até mesmo o que mais me envergonha, eu me orgulho porque ao escutar as cançoes eu fantasio meus antepassados que aqui nasceram (visualizo as paisagens de provincia daqui, com poesia) e consigo sentir que faço parte de ao menos uma ìnfima parte deste paìs e principalmente de um Veneto que quero continuar acreditando possìvel.
Sim, eu sei que é ridìculo, mas vai ver é isso (ser "ridìculo") que Muffato também quis descrever ao nomear seu projeto.

Se un giorno é a melhor cançao e mais bonita de todos os tempos.

Serviço:
Site oficial - em italiano (http://www.artemoltobuffa.com)
Pagina no MySpace (http://www.myspace.com/artemoltobuffa)
Fotolog do Muffato (http://www.fotolog.com/artemoltobuffa)
Letras das musicas (http://www.lyricsmania.com/lyrics/artemoltobuffa_lyrics_4908/)
Site do selo que lança Artemoltobuffa (http://www.aiuola.it/)
Pagina dedicada ao Artemoltobuffa no portal Rockit com entrevistas, resenhas e muito mais - em italiano (http://www.rockit.it/artemoltobuffa)

2 comentários:

She Python disse...

ouviu... no momento eu amo perturbazione ohohohoh... arte muito buffa tá indo...

Barin disse...

Wow!!!
Yeah, legal saber que voce està gostando do Perturbazione!!!!
No momento é a minha segunda banda italiana preferida!!! Claro que a primeira é o Artemoltobuffa.
Depois vem Cesare Basile e Verdena.